7 de maio de 2008

A culpa é de quem?

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, voltou a afirmar a intenção de adotar a regra '6+5', que propõe o mínimo de 6 jogadores locais nas equipes de futebol. Segundo ele, 'as as equipes deveriam iniciar as partidas com uma maioria de jogadores nacionais' e 'o sistema desejado permitiria também uma maior identificação dos torcedores com a própria equipe e seria benéfico para as seleções'.

O assunto será tratado no próximo Congresso da FIFA, nos dias 19 e 30 de maio, em Sydney; mas queria colocar alguns pontos.

Além dos argumento colocados pelo Blatter na adoção da regra '6+5', também concordo que o sistema trabalha no sentido de horizontalizar a competitividade no futebol e tira um pouco o foco dos principais países no esporte como Inglaterra, Espanha e Itália. No entanto, não é só o fato de ter mais jogadores estrangeiros que faz um time ser mais ou menos competitivo.

Assim como é feito na NBA, a FIFA deveria buscar, junto às confederações, a implementação dos 'salary caps', que determinam o máximo que uma equipe pode gastar em contratos com jogadores. Abaixo estão algumas razões para a utilização dos 'salary caps':

- Com limites de valor nos contratos, os times com maior faturamento não são favorecidos na hora de montar o seu plantel;
- A liga tende a apresenta maior competitividade, uma vez que os melhores jogadores estão distribuídos por um número maior de times;
- Jogadores de grande identificação com o clube e com a torcida tendem a permanecer mais tempo defendendo o time, sem que tenham de sair devido a propostas muito maiores;
- Pode ajudar na estruturação dos times menores, já que gastando valores mais similares os times podem investir em outros setores etc.

Não é uma medida isolada que vai trazer um grande salto, mas, sim, um conjunto de mudanças.

Entretato, parece que nos bolsos dos jogadores ninguém quer mexer...

3 comentários:

Guilherme disse...

Ola Dida e Bruno,

estou fazendo meu mestrado em Gestao do Esporte na Inglaterra e, curiosamente, escrevi um artigo sobre esse tema. Tenho uma opiniao polemica sobre o assunto. Bom, gostaria de poder colaborar com vcs e com o Blog se vcs quiserem.
Grande abraco,
Guilherme.

Dida disse...

Guilherme, por favor, me mande um e-mail para falarmos.

Abraço,

Guilherme disse...

Dida, qual seu email?
Abs