18 de dezembro de 2008

TOP 10 2008 | Radar Esporte

Hora de olhar pra trás e ver quais foram os grandes momentos do esporte neste ano de 2008.

Claro que as opiniões são diversas e não foi fácil chegar para chegarmos neste Ranking, mas eu e o Bruno procuramos sintetizar bem o que de principal aconteceu no esporte neste ano.

10 - Boom das Camisetas Nº3

A maior identificação dos clubes está em suas cores e em seu uniforme. O manto sagrado para os torcedores que os jogadores vestem ganhou novas caras em 2008. Os patrocinadores inovaram e lançaram o uniforme 3 de grandes clubes do futebol brasileiro, como Palmeiras, Corinthians e Santos. A camisa verde-limão do Palmeiras virou febre e pintou o estádio do time em um imenso “grifa-texto”, o Corinthians tomou posse da expressão “roxo por um clube” e lançou um uniforme que deu certo, e o Santos resgatando o uniforme antigo não obteve sucesso.Certo ou errado, os fabricantes devem pesquisar com os torcedores antes de arrumarem mais uma forma de faturar. Em 2008 deu certo.

Posts Relacionados: O novo visual do Barcelona, Portuguesa lança uniforme 3, Uniforme 3. Para o clube, para o torcedor ou para o fabricante?

9 - F1 Noturna

A temporada de 2008 foi uma das mais disputadas, tanto que a decisão do campeonato, além de ficar para o último Grande Prêmio do ano, aconteceu literalmente na última volta, dando a Lewis Hamilton o título do campeonato de pilotos. Outro ponto alto da F1 neste ano foi o primeiro GP noturno de Cingapura. A prova concentrou os holofotes da mídia e com certeza foi um dos momentos mais marcantes da F1 e do esporte neste ano.

Quem quiser relembrar estes momentos, pode conferir algumas imagens espetaculares do GP clicando aqui.

Post relacionado: F1 Noturna Red Bull

8 - Consagração do Brasileirão no formato de pontos corridos

Há quem diga que campeonato por pontos corridos não tem graça. Quem não diz, já disse.De fato, o campeonato por pontos corridos mesmo sendo a forma mais justa de disputa, estava sem graça. Mas como diziam logo em 2003 quando começou, a fórmula pode ser muito bem disputada se os clubes souberem se estruturar.Em 2008 foi a consagração da fórmula. O Brasileirão foi o mais disputado de todos os tempos e só foi decidido na última rodada. Parece que os clubes estão aprendendo a disputar....

7 - HEXA SPFC

Seis vezes campeão brasileiro. Três vezes seguidas. Quando você ouvir isso, só podem estar falando do São Paulo Futebol Clube. Um fato inédito e dificilmente repetido por outro clube. Foi isso que o tricolor paulista conseguiu em 2008.Com uma estrutura de primeiro mundo, com planejamento e com a torcida que mais cresce no país em tão pouco tempo, o São Paulo se consolida como exemplo. Mais do que um clube, os hexa mostrou que realmente o São Paulo é uma das EMPRESAS mais bem sucedidas do país.

Post relacionado: Sorte? Coincidência? Estrutura!

6 - A internet e o esporte

A internet, apesar de estar em franco crescimento, já é uma mídia muito bem estabelecida. São muitas as campanhas que estão circulando na rede e no contexto de esporte a internet também está ganhando cada vez mais força, tanto com ações promocionais variadas, distribuição de informação (Siga Seu Time) e contato com Jogadores (Shaquille O'neal no Twitter) como para transmissão de jogos; como foi o caso dos Jogos Olímpicos (NBC e Terra).

Marcas e confederações estão tentando maximizar o engajamento que o esporte gera por meio de um diálogo mais direto com o seu péublico através da internet. Mas, enquanto uns estão bem avançados (NBA.com), alguns ainda precisam evoluir muito (CBF.com.br).

Posts relacionados: Fan Night NBA TV, Eurocopa ao vivo na internet, Widget para desktop do Grêmio,

5 - Virais Nike

Mais um ano em que a gigante norte americana se apropria dos virais - principalmente vídeos no YouTube - para promover a marca, produtos e atletas. Depois do vídeo de Ronaldinho Gaúcho e as cinco bolas na trave, parece que a marca encontrou uma 'fórmula' interessante para seus vídeos se espalharem tão rapidamente pela rede: grandes atletas mais situações inusitadas e uma pitada de diversão.

Sem “bola na trave" para os virais da Nike.

Posts relacionados: A chuteira rosa da Nike, Cristiano Ronaldo em mais um viral da Nike, Bandeira da Espanha. Guerrilha da Nike.

4 - Nike Vs. Adidas

As duas gigantes do esporte travaram batalhas ao longo do ano e a disputa promete continuar no ano que vem. Enquanto uma garantia a cota de patrocinadora oficial de eventos importantes, a outra fazia manobras para conseguir aparecer ainda mais do que a outra, com ações de guerrilha, espaço publicitário ou por meio do patrocínio de atletas. Eles tem se tornado a arma principal dessas marcas e a disputa por estes atletas está sendo um dos capítulos da guerra entre Nike e Adidas. O outro capítulo está com os times e seleções de diversos esportes. O logotipo nestes uniformes envolve milhões, propostas em cima de proposta e muitas, mas muitas ações nos bastidores.Enquanto o foco está nas duas gigantes, outras marcas vem ganhando força, aparecendo aos poucos e podem se tornar outras forças na disputa. A guerra continua...

Post Relacionado: Ação da Nike em Pequim.

3 - Usain Bolt & Puma/ Phelps & Speedo

Com certeza Usain Bolt e Michael Phelps foram os grandes nomes dos Jogos de Pequim. Bolt foi ao pódio no lugar mais alto por três vezes. Medalha de ouro nos 100m e 200m rasos - sendo o primeiro atleta após Carl Lewis em 1984 a conquistar tal feito - e também no revezamento 4x100m. A Puma, patrocinadora do atleta, nem teve que esperar o fim dos Jogos para fazer alguma ação com o Bolt. Após as vitórias, o atleta comemorou (e muito!) segurando suas sapatilhas douradas da Puma para que o mundo todo pudesse ver. E em uma hora foram vendidas milhões iguais àquela pelo mundo...

Já Michael Phelps conquistou 8 medalhas de ouro e quebrou igual número de recordes durante a competição. A Speedo, que patrocina o atleta e já estava em alta com a criação do seu super maiô, o LZR Racer, conseguiu alta visibilidade para a marca toda vez que o norte americano caía na piscina e ia para o pódio, e olha que não foram poucas vezes.

Nem é preciso ressaltar que Bolt com a Puma e Phelps com a Speedo simplesmente tiraram de cena Nike e Adidas, as duas gigantes do mercado de produtos esportivos.

Post Relacionado: Nem Nike, nem Adidas...

2 - Olimpíadas de Pequim

Pequim 2008 foi sem sombra de dúvidas, a maior edição das Olimpíadas em toda a história do evento, e é muito provável que este feito não seja repetido tão cedo. A grandiosidade dos Jogos deste ano não se deu apenas pelo tamanho da própria cidade sede, mas também pelo investimento bilionário que foi feito em Pequim (aproximadamente U$50 bilhões de dólares) - muito criticado por alguns setores - e o faturamento que também atingiu cifras bilionárias (US$ 146 bilhões) com cotas de patrocínio, direitos de transmissões e a utilização da marca. Além disso, tivemos uma abertura e um encerramento memoráveis, o Cubo d'Água e o Ninho do Pássaro eram espetáculos por si só, houve um grande número de recordes quebrados e a ascensão de atletas que entraram para a história nesta edição dos jogos, como foi o caso de Michael Phelps e Usain Bolt.. Também foi em Pequim que a China quebrou a hegemonia norte-americana no quadro de medalhas, objetivo estipulado há alguns anos, quando os chineses viram na possibilidade de sediar os Jogos Olímpicos muito mais que um simples evento, mas a chance de promover uma verdadeira guinada na estrutura desportiva do país.

Posts relacionados: Voando alto em Pequim, Nike desenvolve uniforme para os Chineses.

1 - Ronaldo no Timão

Mais do que a contratação do ano, a vinda do Fenômeno Ronaldo para o Corinthians foi case do esporte no ano. A contratação foi relâmpago. Não deu tempo dos comentaristas dizerem se seria possível ou não, dos torcedores ficarem esperando ansiosos pela confirmação e para os rivais torcerem contra. Aconteceu.

O Corinthians trabalhou nos bastidores e apresentou para o Ronaldo um projeto, como ele mesmo disse. Este projeto não continha valores e nenhuma certeza de retorno. Foi oferecido o espaço no uniforme do clube que possui a segunda maior torcida do país para o próprio jogador explorar, e do outro lado a aposta no craque que já foi eleito o melhor do planeta por três vezes. Parece simples, e realmente foi. Ele aceitou, e foi firmada a maior parceria entre um jogador e um clube que o futebol brasileiro já teve em toda sua história. Há quem diga que não superou Pelé e Santos, porém a época era outra, os valores eram outros e o Rei já estava no clube antes de se tornar o maior de todos os tempos.A apresentação foi digna de time europeu, deu plantão na Rede Globo e rodou o mundo. Já dá pra ter uma idéia do que foi, e do que esperamos para 2009.

Posts relacionados: Mais Ronaldo. Relembrando alguns posts, Ronaldo, Corinthians e São Paulo Futebol Clube ???, Ronaldo Fenômeno no Corinthians.

__

O Radar Esporte faz uma pausa para as festas de final de ano e volta com tudo em 2009!!

Postado por Bruno e Dida.

2 comentários:

Fábio disse...

Muito boa a retrospectiva.
Acho que são os 10 fatos mais marcantes, mas também tivemos a ida do Ronaldinho Gaúcho para o Milan, e dentro dos jogos Olímpicos, as conquistas brasileiras como a vitória das meninas do vôlei, a Maurren e o Cielo.
Mas é isso, muito bom.

Everton Domingues disse...

Feliz 2009, Bruno e Dida!
Desejo a vcs, assim como todos os seus amigos e leitores um ano novo com muito esporte de qualidade. Quando puderem, visitem o Beijing Olímpica que continua postando textos. Ah, criei agora tb o Vancouver Olímpica com assuntos relativos aos esportes de inverno já mirando Vancouver'2010. Blogs que faço com muita paixão!
Gde. abraço!

Everton Domingues
www.beijingolimpica.blogspot.com e www.vancouverolimpica.blogspot.com