13 de agosto de 2008

Camisas da NBA. Um negócio da China.

Recentemente comentei sobre a mudança de mentalidade na seleção norte-americana de basquete e também falei sobre o projeto criado pela Nike para promover este time que tem como objetivo reafirmar a hegemonia no esporte durante as Olimpíadas deste ano - clique aqui e aqui para ler os posts.

Hoje saiu no Meio & Mensagem uma matéria que fala sobre a venda de camisas da NBA na China. Ao contrário do que se esperava, a camiseta mais vendida no país não é a do astro chinês Yao Ming, e sim de Kobe Bryant, um dos grandes jogadores da seleção americana.

Depois de Kobe Bryant, as camisetas de atletas da NBA mais vendidas no país são de Kevin Garnett (Boston Celtics), Tracy McGrady (Houston Rockets), Paul Pierce (Boston Celtics), Allen Iverson (Denver Nuggets), Gilbert Arenas (Washington Wizards), Lebron James (Cleveland Cavalliers), Dwyane Wade (Miami Heat), Dwight Howard (Orlando Magic) e, finalmente, Yao Ming.

Dessa lista, quatro estão na seleção dos EUA e três deles são atletas Nike - Kobe Bryant, Lebron James e Dwyane Wade -; apenas Dwight Howard é Adidas. Segundo dados da própria matéria do M&M, as vendas estão 70% acima do esperado.

Além da mudança de mentalidade para retomar o domínio absoluto na modalidade, é óbvio que o basquete está se mostrando um verdadeiro negócio da China para os patrocinadores. Ou você acha que eles também não ajudaram a levar estes jogadores para os Jogos?

2 comentários:

NA disse...

WAde é converse ¬¬

Dida disse...

Olá. De fato Wade é Converse, mas a Converse é da Nike.
Abraço